Redes Sociais

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Tudo sobre Mulheres

Cumbaru Filmes

@festivaltsm

Menu

Realização

Cumbaru Produções Artísticas

Rua 40, nº 14, Sala 01, Bairro Boa Esperança, Cuiabá/MT

© 2019 por Tudo Sobre Mulheres.

(Desenvolvido por CULT! - Produção de Conteúdo Inteligente, Projeto de Extensão ComunicARTE e Graduandos Voluntários da Faculdade de Comunicação e Artes da Universidade Federal de Mato Grosso/UFMT).

Buscar
  • tsmproducao

O corpo gordo no cinema por Maria Luisa Jimenez

Atualizado: 26 de Set de 2019

A pesquisadora e ativista está no Tudo Sobre mulheres e provoca a repensarmos os padrões de beleza no audiovisual.

Idealizadora do projeto “Lute Como Uma Gorda”, Maria Luisa Jimenez Jimenez é filósofa, feminista, ativista gorda e doutoranda em Estudos Interdisciplinares de Cultura Contemporânea na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Maria Luisa é uma das convidadas a conduzir uma das rodas de conversa no 7º Festival Tudo Sobre Mulheres (TSM) nesse próximo mês de outubro.

Em entrevista, a doutoranda conta que o projeto nasceu de uma necessidade de se tratar a gordofobia em pesquisas acadêmicas e a sua escolha em trabalhar com o corpo feminino. “Ele (o projeto) surgiu da necessidade de levarmos para a sociedade a fim provocar uma reflexão nas pessoas, como a sociedade tem tratado esse corpo gordo em várias situações, na escola, na universidade, na saúde, na moda. Eu foquei nas mulheres, porque vivemos em uma sociedade patriarcal, e quando o assunto é beleza há uma padrão de corpo feminino a ser seguido, assim são elas que acabam sofrendo mais retaliação”, afirma.

Sobre o Festival Tudo Sobre Mulheres, Maria Luisa comenta a importância de existir um festival voltado ao protagonismos feminino e o cuidado com o corpo gordo feminino nas produções audiovisuais. “Eu estar dentro deste festival pautando a discussão de como o audiovisual vem tratando a mulher gorda é um debate necessário, porque as vezes falamos do feminismo e esquecemos de falar de como esse corpo é tratado quando se faz filme. O TSM é um exemplo de como a gente deve tratar ou entender a mulher dentro de vários espaços, nesse caso no audiovisual”, diz a ativista.

Malu ainda fala do seriado Dietland, a série feminista do momento que desde o início de junho está sendo exibida pela Amazon Prime e que não para de ganhar seguidores. A série é baseada no romance homônimo de Sarai Walker e acompanha a história de uma mulher gorda que passa pelo processo de autodescobrimento.


Tudo sobre Mulheres

O Festival de Cinema Tudo Sobre Mulheres (TSM), teve início em 2005 no município de Chapada dos Guimarães, e está em sua sétima edição. Além da mostra de filmes com o protagonismo feminino no Cineclube Coxiponés e Cine Teatro, o evento terá premiação dos melhores filmes, rodas de conversa, oficinas e presenças de figuras femininas de relevância nacional. O evento acontece entre os dias 21 e 31 de outubro de 2019.

O Festival reforça que a presença feminina no audiovisual é fundamental, é força e resistência. As mulheres do cenário cinematográfico cuiabano estão resistindo: produzindo conteúdo artístico fora do eixo Rio - São Paulo e são mulheres fazendo cinema. Não é motivo de espanto, o fato de que suas capacidades são subestimadas a todo momento.

O 7º Tudo Sobre Mulheres é uma realização da Cumbaru Produções Artísticas, e conta com o patrocínio do Shopping Estação Cuiabá, e os seguintes apoios: Rádio Cultura, Mídia Ninja, Canal Brasil, Universidade Federal de Mato Grosso, Sala da Mulher (Assembleia Legislativa de Mato Grosso), Colégio Fato, BPW, Aline Wendpap Assessoria, Ana Bugs Podologia, Cafeína Conteúdos Inteligentes, Cineclube Coxipones, Cult Produção de Conteúdo Inteligente, Donna Car, Genius Publicidade, Editora Tanta Tinta, Môlera Filmes, Kinin Filmes Independentes, Pequi Com Câmera e MTO2 Produções.


16 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now